Rapidinha #02 – Dinâmica Demográfica

0

A ESTRUTURA POPULACIONAL
A estrutura populacional se refere a composição de uma população, analisada sobre diversos aspectos como: gênero, faixas etárias, atividade econômica, urbanização e etc. A compreensão desta estrutura permite determinar o grau de desenvolvimento socioeconômico de uma população, assim como aferir as necessidades e as metas plausíveis de serem alcançadas.

ESTRUTURA ETÁRIA
A estrutura etária de uma população é um dos aspectos mais importantes desta. Através de sua compreensão, pode-se avaliar, dentre outros pontos, a disponibilidade de mão de obra em um país, assim como a necessidade de investimentos em setores específicos. Em geral, adotam-se três grandes faixas etárias: jovens (0 a 19 anos), adultos (20 a 59) e idosos (acima de 60 anos).
A pirâmide etária de países de um país não desenvolvido ou em vias de desenvolvimento é marcada por uma base larga e um topo mais estreito, ou seja, é uma população marcada por grande número de jovens e poucos idosos.
Nestes países, os quais abrigam cerca de 2/3 da população mundial, as taxas de crescimento vegetativo são elevadas, ao passo em que as expectativas de vida são mais baixas, próximas a 57 anos. Alguns demógrafos apontam esta configuração etária como fatores que retardam o desenvolvimento econômico, ao passo em que outros apontam esta mesma configuração como uma grande oportunidade de crescimento futuro, desde que bem incentivada. Vale ressaltar que o crescimento vegetativo exagerado resulta do desenvolvimento, não sendo causa deste.
Em países com IDH elevado, a diferença entre o topo e a base da pirâmide é baixa, mostrando que com o desenvolvimento, tanto a redução da natalidade quanto expectativa de vida se elevam.
Nestes mesmos países, vem se observado um envelhecimento da população, o que reduz a população economicamente ativa, gerando um expressivo déficit previdenciário e de mão de obra qualificada.

ESTRUTURAÇÃO POR SETORES ECONÔMICOS
A atividade econômica de um país pode ser setorizada em função do tipo de atividade desenvolvida em:

Setor primário: atividades extrativistas;
Setor secundário: atividades industriais;
Setor terciário: atividade comercial, administração pública, prestação de serviços em geral e mercado financeiro.
Esta setorização é um tanto quanto teórica, uma vez que as evoluções dos transportes e das comunicações permitiram que muitas atividades tipicamente campestres, Se tornassem atividades dos setores secundário ou terciário. Pode-se citar as agroindústrias como exemplo. Ao analisar o número de trabalhadores em cada um destes setores, pode-se tirar conclusões sobre a economia de um país.
A população economicamente ativa (PEA), é a parte da população que se encontra apta a trabalhar, independentemente destes indivíduos exercerem ou não uma atividade econômica.
Costuma-se concluir que os países com grande parte da PEA ocupada no setor primário, apresentam baixo grau de modernização e produtividade. Em países mais desenvolvidos, este percentual dificilmente ultrapassa 10%, enquanto em outros chega a ultrapassar facilmente os 50%.

A DISTRIBUIÇÃO DE RENDA
A distribuição de renda é outro aspecto muito importante na análise da estrutura de uma população. Não basta apenas saber qual a composição etária de um população, ou então quais são as atividades econômicas por eles desenvolvidas se não se puder determinar as condições econômicas em que estes se encontram.
Conhecer estes três aspectos permite ao poder público traçar de forma mais coerente os investimentos e políticas a serem adotadas que impactarão de forma mais eficiente a vida desta população. Assim, estes aspectos norteiam as políticas em diversas áreas, como saúde, educação, produção, transporte, habitação e trabalho.
A distribuição de renda em países em vias de desenvolvimento é pior e apresenta distorções graves, ao passo em que nos países desenvolvidos, esta distribuição ocorre de forma mais equitativa, garantindo qualidade de vida a toda a população. Esta desigualdade resulta de diversos fatores, como baixos salários, falta de escolaridade básica, concentração dos meios produtivos em poucas pessoas, sistemas tributários e desvalorizações cambiais.
Na grande maioria dos indivíduos das nações em vias de desenvolvimento, os evento históricos determinaram a formação de um grande número de excluídos, sem acesso à informação e prosperidade material e ascensão social. O sistema fiscal destes países acaba por penalizar os mais pobres, independentemente dos rendimentos destes.
Outro fator importante é o grau de qualificação da mão de obra, a qual é baixa em países não desenvolvidos, resultando na dificuldade destes indivíduos de se inserirem num mercado de trabalho cada vez mais competitivo. A composição étnica de uma população é outro importante elemento de sua estrutura, o qual permite identificar os principais grupos formadores de uma sociedade. Pode-se identificar uma gama de etnias formadoras da população mundial, na qual se destacam os caucasóides, negróides e os asiáticos.

VEM SER GALILEO!
Deixe seu e-mail abaixo e te mostraremos como ser aprovado na universidade dos sonhos ;D
Fique tranquilo, não mandaremos spam..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here