Rapidinha #18 – Matemática para o ENEM

0

Vamos conferir alguns conteúdos que com certeza irão estar presentes na sua prova do ENEM? Esses são alguns dos temas mais cobrados no caderno de Matemática e suas Tecnologias:

Funções de 1° e 2° graus
As questões de função podem aparecer com as mais variadas abordagens. No exemplo, a expressão f(x) (que indica a função) já aparece de cara na questão, sem exigir que o aluno faça maior esforço para decifrar qual operação será usada. No entanto, esse tipo de questão não é recorrente. Normalmente, o enunciado propõe uma situação em que o uso da função será necessário, mas sem deixar claro no texto.

Exemplo de questão (ENEM 2013):

Progressão aritmética e geométrica
Com a progressão aritmética (PA) e a geométrica (PG), acontece uma situação parecida com a das funções. Em um vestibular tradicional, uma questão de PA é anunciada com a frase “Em uma PA…”. No Enem isso também pode ocorrer, mas existe a preferência em se criar uma situação que origine uma PA. O aluno deve reconhecer que se trata de uma PA analisando os dados apresentados.

Exemplo de questão (ENEM 2013):

Estatística
Nas questões de estatística, é bastante comum que caia a média aritmética, a moda ou a mediana.

Exemplo de questão (ENEM 2012):

Trigonometria (triângulo retângulo e semelhança de triângulos)
Já nas questões de trigonometria, o uso das relações matemáticas costuma ser bem mais aparente. Normalmente, a questão já vem com um desenho da figura, deixando claro o que o aluno deve fazer para chegar à resposta.

A maior dica é resolver questões antigas de provas anteriores. Fazendo isso, o aluno vai se sentir bem mais à vontade na hora do exame.

Outra coisa que ajuda é usar o método pega-varetas. No jogo, que consiste em lançar varetas ao chão e pegar o máximo possível sem movimentar as outras, o segredo é sempre pegar as que estavam mais fáceis para, só depois, tentar tirar as difíceis.

Esse princípio também se aplica ao Enem e ao vestibular, em que há um grande número de questões de diferentes níveis de dificuldade e um tempo limitado para resolvê-las. Assim, comece respondendo as mais fáceis e deixe as mais complicadas para depois. As questões têm pesos diferentes, mas o candidato deve tentar responder o maior número que conseguir. Se perder muito tempo nas mais difíceis, sobrará pouco para as que você teria mais chance de acertar, certo?

VEM SER GALILEO!
Deixe seu e-mail abaixo e te mostraremos como ser aprovado na universidade dos sonhos ;D
Fique tranquilo, não mandaremos spam..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here